13 fevereiro 2013

Buscando Rumos



Acho mesmo que cheguei no tempo errado na sua vida, tenho quase certeza. Talvez se passassem dez anos continuaria sendo o tempo errado, ou não... você se entristeceu, você sofreu, você batalhou (todo mundo passa por desamores e caminhos incertos) e quando cheguei os sentimentos já estavam destruídos e não queriam se reconstituir...não mortos, apenas desligados. Alguns até poderiam estar lutando e gritando para voltarem a ativa, por vezes a marra queria sim cair por terra, mas você disse um Não. (Será que você acha que eu também não sou marcada pelos acontecimentos da vida??!) Encontrei um ser ainda deslocado, sem rumo certo e eu querendo me encontrar neste rumo ou quem sabe ser encontrada e talvez ter a sorte de ser amada. De ir contigo. De estar contigo. De ser melhores juntos. Por vezes, por mais que queiramos bem outra pessoa nenhum sentimento parece ser suficiente forte para retirá-la do estado em que se encontra ou que a deixaram. Em alguns momentos ouvi sua voz sincera e fria dizer que sentia medo, mesmo sabendo do que era e de todos os seus encantos. Não perca oportunidades por causa de mim, frase flutuante em minha mente e tais pensamentos que estão guardados como tesouros, que só uma pessoa terá a chave do baú premiado. E não serei eu. Talvez, até, nunca quisesse que fosse eu. Te vejo em um sorriso, em um abraço apertado, na companhia imcomparável. Sinto suas mãos sobre mim. E não, eu já sabia que não tinha errado em nada, e acho que tão pouco você. Isso é apenas o que chamamos de vida. Cada palavra neste momento é sem nenhuma importância, mas quem se importa?! E já que a carcaça é meio estragada e estamos todos buscando um rumo, vamos deixar as experiências vividas serem compartilhadas no momento certo. Quando a vontade de estar junto de outro alguém for maior do que a vontade de se encontrar em meio a escuridão sozinho. Não tenha pressa a acalmar seu o coração, mas não perca tempo de ser feliz. Obrigada por cada gota de sinceridade. Ai delícia boa sorte.



Nenhum comentário:

Postar um comentário