26 outubro 2012

Inalcançável



Apenas quando o objetivo
É inalcançável
Eu começo a sentir
Como se estivesse me perdendo 
(me desprendendo)
E esse profundo segredo
Que ainda não apareceu
Está enterrado profundamente 
com todo o resto.

Eu não posso coagi-lo a isso
A desconfiança leva todos os seus feitiços para a cama
Ao invés disso, 
escolho não ser amada.

Se apenas as músicas que foram cantadas
Guiassem os duvidosos
Através da condição inacabada (áspera)
Onde o muito não é bom o bastante.

Oh, se você se encontrar
Entre os sozinhos
Eu estarei te esperando
Com os braços abertos.


08 outubro 2012

Viva

Tumblr_mba2pzvrib1r429qho1_1280_large
Ouvi dizer que este é o ano do amor... 
Ame, vá correndo amar alguém. 
Deus te oferece abastecimento todos os dias pra isso. 
:D


02 outubro 2012

A IMPONTUALIDADE DO AMOR



Tumblr_mb1kfvtsdk1r5dsbpo1_500_large

Você está sozinho. Você e a torcida do Flamengo. Em frente a tv, devora dois pacotes de doritos enquanto espera o telefone tocar. Bem que podia ser hoje, bem que podia ser agora, um amor novinho em folha. Trimmm! É a sua mãe, quem mais poderia ser? Amor nenhum faz chamadas por telepatia. Amor não atende com hora marcada. Ele pode chegar antes do esperado e encontrar você sem disposição para relacionamentos sérios. Ele passa batido e você nem aí. Ou pode chegar tarde demais e encontrar você desiludido da vida, desconfiado, cheio de olheiras. O amor dá meia-volta, volver. Por que o amor nunca chega na hora certa? (...) O amor aparece quando menos se espera e de onde menos se imagina. Você passa uma festa inteira hipnotizado por alguém que nem o enxerga, e mal repara em outro alguém que só tem olhos para você. (...) O amor é que nem tesourinha de unhas, nunca está onde a gente pensa!


(Martha Medeiros)