18 abril 2013

Para o amor que ainda vive em mim

Tumblr_mlfudt9bim1r1tempo1_500_large

Como isso pode acontecer? 
Você é tudo que eu achava que não fosse
E nada do que eu achava que era
Mas ainda assim você vive em mim.

Você é o único que eu queria poder esquecer
E o único que eu queria não esquecer
Pois apesar de você ter partido meu coração
Você é o único.
Por vezes eu te odeio por ter me deixado
Tão covardemente
E não consigo esquecer todas as suas lágrimas
Quanta farsa!
Você me magoou e me fez chorar
E mesmo agora enquanto te odeio
Me dói dizer
Que eu sei que estarei lá no fim
Esperando por você.
Porque é isso que o amor verdadeiro faz
Mas lembre-se que existem várias formas de se esperar...
Eu não quero ficar sem você, amor
Eu não quero ter um coração partido pra sempre.
Há algo que sinto que preciso dizer
Que até hoje sempre tive medo
De você não voltar
Mas sei que não preciso ter medo
Meu coração partido está livre para abrir as asas e voar 
Para bem longe, pra bem longe 
Mas queria que fosse com você.

Para o amor.


Nenhum comentário:

Postar um comentário