20 novembro 2012

Há sempre alguém com cicatrizes sensíveis


541963_366676080046614_100001126754746_926650_852109778_n_large

Eu sei que você acha que eu não deveria continuar te amando, ou te dizer isso
Mas se eu não dissesse, bem, eu continuaria sentindo...
Então...onde está o sentido nisso?

Não estou tentando dificultar sua vida
Mas eu achei um problema para chamar de meu
Pois não posso apenas enterrar tudo no passado.
É ai que lembro da escolha que fizeste naquela tarde quente.

E toda vez que lembro dos seus lábios ouço a sua voz gravada em meu peito
E sinto passar por mim um raio de tristeza. 
É ai que fecho os olhos e faço uma oração
E espero pelo final bom ou quem sabe um reencontro
Quando você dirá as palavras que nunca teve coragem de dizer.

Que sua mente não confunda todas essas palavras com ilusão
Pois eu me sinto muito bem, apenas não se pode deletar a passagem das pessoas em nossas vidas.
É ai que vem a certeza de que não podemos ser nós mesmos da mesma forma que fomos no passado.

Eu não tenho certeza do que isso significa
Mas lembre-se que quando machucamos outra pessoa, jamais saberemos na verdade o que deveríamos ter sido juntos. 

Seu silêncio machuca (tanto).



Nenhum comentário:

Postar um comentário