19 junho 2010

Sentimentos"

Existem várias maneiras de se expressar sentimentos, 
mas expressar através da escrita é algo que dá desmedido prazer. 
Prazer por satisfazer desejos, 
curar ansiedades, 
liberar sensações contidas. 
Muitas vezes nem é necessário que se tenha um destinatário.
 Ora a produção sai sem lógica,
 repleta de fragmentos desordenados, 
ora carregada de emoção. 
A página, até então límpida, 
abraça cada letra como em um encontro de amor 
e o texto vai ganhando sentido.
 A impressão do que pensamos, 
desejamos, 
pressentimos, 
sentimos, 
somos ou queremos ser, 
fica ali. 
Tudo perfeitamente registrado. 
Cada qual com sua individualidade, 
que, a cada leitura, ganha uma interpretação diferente.
 Escrever é alegria, 
mas ainda pode ser tristeza; 
sorriso ou lágrima,
 esperança ou desespero.
 Simultaneamente pode reunir passado, 
presente 
ou futuro,
 assim como metaforizar a vida. 
É possível ainda, 
com simples palavras, 
dizer o indizível, 
imaginar, 
sonhar, 
lembrar, 
xingar,
 prever, 
aprender, 
estudar, 
revelar-se,
 esconder-se, 
viver, 
amar, 
dentre tantas outras ações implícitas no sentido de cada vocábulo. 
Aos amantes das letras, 
repousem seus olhos nas criações de um ser inacabado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário