14 junho 2012

Vidente de Janela

Tumblr_lycyp2gaz51qd8g09o1_500_large

Esta noite você está em minha cabeça
Enquanto vejo pessoas voltando de velórios de seus tristes relacionamentos
Através do vidro vejo a chuva e os sapatos encharcados
Roupas e faces, ambas molhadas
Quantos amores errados
Talvez eu seja jovem demais pra entender
Talvez eu seja jovem demais para querer que eles entendam um significado tão complexo.

Amor, onde você está esta noite?
Talvez eu esteja acabada e faminta de seus carinhos
Enquanto suspiro pelo vidro da janela fria
Vejo pessoas voltando de circos de seus amigáveis relacionamentos
Todos eles se deixaram levar, estão contagiados
Cegos o bastante para verem o estrago que fizeram com seus sapatos caros
Talvez eu seja jovem demais pra entender
Talvez eles sejam jovens demais pra entender que é preciso acordar pra descobrir
Que na verdade eles são pequenos e que não tem ninguém.

Quero ver seu doce retorno enquanto a chuva não passa
Não alivia sua falta e nem de seu afago, o quarto escuro e solitário está
Posso até deixar a janela aberta para que entres junto com a chuva
Esperarei ansiosamente... então meu corpo se contorce pela longa espera real.

Amor, você deveria mudar de ideia
Porque nunca é tarde demais.


Nenhum comentário:

Postar um comentário