23 maio 2010

A beira da porta azul




Você é a exceção 
Mais ainda não te 
encontrei.

Os minutos passam
e eu só queria estar ao seu lado.
Mais ainda não te 
encontrei.

Sinto falta do seu carinho
do seu sorriso
da sua voz
Mas ainda não te encontrei.

Onde você se esconde?
Irei ao seu encontro.
Não se esconda atrás 
deste crepúsculo 
saia do seu parque
e venha até mim.

Estarei sentada a beira
de uma porta azul
próximo a uma janela amarela
com um livro e um lenço na mão.

Sente-se ao lado
ou então me conduza
ao seu mundo de felicidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário