18 janeiro 2012

Alimento do amor

Cookies+%2525282%252529_large



Elizabeth: Eu me pergunto quem descobriu o poder da poesia para espantar o amor.
Darcy: Achei que fosse o alimento do amor.
Elizabeth: Do amor belo e vigoroso. Mas se é apenas uma vaga inclinação, um pobre soneto o liquidará.


Orgulho e Preconceito



Nenhum comentário:

Postar um comentário