07 abril 2012

Eitaaa mulher vem cá...


Annorexia-beautiful-cute-fashion-girl-favim.com-355322_large
Ser mulher é um dom... Na ultrassonografia a mamãe descobre que tá grávida de uma menina. É ela! Pode comprar tudo rosa. Chega de tip top amarelo. Ela tá vindo para arrasar! É uma menina, ainda não é uma mulher. Algumas meninas só se tornam mulheres no primeiro pé na bunda que recebem daquele babaca. Ou quando tomam coragem e acabam com o primeiro namorado. Sabe? Aquele momento que você tira um peso das costas que nem sabia que carregava. Já algumas meninas se tornam mulheres logo no primeiro salto que experimentam, no primeiro batom que usam. Elas nasceram pra isso. Mas existem aquelas que nunca se tornarão mulheres... Aquelas que nunca deixaram as intriguinhas gratuitas de lado. Aquelas que paqueram o namorado da amiga. Aquelas que são rudes e dispensáveis. Essas serão meninas para sempre e não merecem ser chamadas de mulheres...

Carregar o fardo de “mulher” não é pra qualquer uma, precisa merecer! Então, que tal se todos os dias deixássemos de ser tão menininhas e nos tornarmos cada vez um pouco mais mulheres de verdade? E isso não tem nada a ver com deixar as brincadeiras e as levezas da vida de lado e colocar no lixo aquela barbie que você guarda no armário, muito pelo contrário. Mulheres encantam – e não só aos homens. Elas me encantam. Meu sonho é ter uma filha mulher. Para além de ser minha melhor amiga, eu ter a certeza de que estou deixando no mundo um pedacinho de meiguice para adoçar o mundo... Sutileza, delicadeza e aquele sexto sentido aguçado para perceber quando as coisas não vão bem... Mulheres são assim. Mulheres, não meninas...


2 comentários:

  1. Trouxe um mimo do Dia do Carinho, está no blog de selos do www.arteseescritas.blogspot.com.br, é seu. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir