06 maio 2012

Furacão Ben(e)dita

060669e100090ab14f92a327_large
Creio que mais um furacão com nome de mulher chegou.
Destelhou minha casa
Tirou o assoalho da minha família
Levou os pratos e cada assento da mesa de jantar.
E agora como vamos orar?

Estou totalmente sentimento
Coração pequeno que necessita de acalento
O vento levou toda a plantação de milho
Mas em minhas mãos estão aqui meus dois filhos.

Minhas mãos são fortes
Espero, porém, ter sorte de um não arrependimento
E que a queixa de um solitário momento 
Não me arraste junte com o vento.

Esporadicamente necessitamos da tecla de escape, de resoluções rápidas
De tranquilidade na alma
Onde posso comprar essa calma?

Furacão 
Bagunçou. 
Coração
Machucou.


Nenhum comentário:

Postar um comentário