07 maio 2011

Espelho meu


Quantas vezes busquei encontrar meu eu em mim. Por vários instantes quis te fazer feliz.
Atitudes ilusórias, espalhadas no espelho quebrado ao chão.
Não há como refazer.
Quantas vezes errei e seu amor continuava a me acompanhar. Obrigada por estar aqui.
Momentos de fantasias, espalhados no espelho quebrado ao chão.
Não há como refazer.
Quantas vezes ouvi conselhos e sinais amigos. Meu coração se agita quando me olha.
Pensamentos insanos, espalhados no espelho quebrado ao chão.
Não há...
Espelho espelho meu, diga-me quem és!
Diga-me quem sou e como conseguirei alcançar coração sábio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário