24 abril 2011

La Ultima Noche

Tumblr_lbdxpyrrir1qb5xdno1_500_large
Lembro-me agora de momentos em que usava um sobretudo e andava por ruas desconhecidas com uma pedra dentro do bolso. Desvendar o desconhecido e me entregar àquela alegria envolvente. Um certo perigo também rondava aquela noite fria e atraente na qual ainda buscava por conhecimento. Luzes, sons, danças, bebidas e pessoas estranhas me cercavam e percorriam ambientes escuros e agitados. Com os pés ainda molhados e com aquela areia parasita em minha calça continuava a desbravar. Ali havia uma ponte, imagem esta que refez algumas cenas de filmes, onde os casais apaixonados trocavam carinhos e sorriam de coisas bobas. Não estava com medo, estava feliz. A despedida foi hesitante do lugar, decisão tomada no tempo certo. Em segurança precisávamos chegar. Aquele quarto de hotel pequeno e frio estava a esperar dois corpos intensos para aquecê-lo com ardente amor.


Nenhum comentário:

Postar um comentário