15 outubro 2010

Salmos, palavra fiel"

Tumblr_lab8lrjgy61qd9lrdo1_400_large

Senhor, tu me sondas e me conheces
Sabes quando me assento e quando me levanto;
de longe penetras os meus pensamentos.
Esquadrinhas o meu andar e o meu deitar
e conheces todos os meus caminhos.
Ainda a palavra me não chegou a língua,
 e Tu, Senhor, já a conheces toda.
Tu me cercas por trás e por diante 
e sobre mim pões a mão.
Tal conhecimento é maravilhoso demais para mim: 
é sobremodo elevado, 
não o posso atingir.
Para onde me ausentarei do teu Espírito?
Para onde fugirei da tua face?
Se subo aos céus, lá estás;
se faço minha cama no mais profundo abismo, 
lá estais também;
se tomo as asas da alvorada
e me detenho nos confins dos mares,
ainda lá me haverá de guiar a tua mão,
e a tua destra me susterá.


Que preciosos para mim, ó Deus,
são os teus pensamentos!
E como é grande a soma deles!
Se os contasse, excedem os grãos de areia;
contaria, contaria,
sem jamais chegar ao fim.


Sonda me ó Deus,
e conhece o meu coração,
prova-me e conhece os meus pensamentos;
vê se há em mim algum caminho mau e guia-me
pelo caminho eterno.


(Salmos 139)

Nenhum comentário:

Postar um comentário