14 março 2011

Convite!




Eu te convido a, um dia,
esquecermo-nos de quem somos,
fugirmos do que temos,
vagarmos de mãos dadas,
apaixonados,
por campos sem fim da alegria!


Eu te convido, meu amor,
a experimentar o que, sem amor,
eu ou você jamais,
jamais experimentaria...

Ah, então, eu hei de te mostrar
o que realmente, realmente
é poesia!

Vem,
ouve a cálida voz da noite morna,
vem, adorna-me os olhos
com tua presença, com teu brilho,
calca no meu peito o trilho
por onde desfilem vagões carregados
de felicidade.
Marca-me indelevelmente, mas te aviso
da reciprocidade que é vertente
em meus desejos!
Tu decerto me matarás de amor,
mas ah,
eu também a ti, com meus beijos!


Poesia retirada do blogger 
http://poemaseamizades.blogspot.com/  confira as belas poesias de Marcelo Bandeira.

2 comentários:

  1. Thali, boa tarde!!
    Quero agradecer de todo coração por essa linda forma de carinho! Fico honrado com sua generosidade. E quero dizer que a imagem utilizada é muito linda e apropriada!
    É um privilégio fazer parte desse lindo blog, e desse trabalho maravilhoso que você faz aqui!
    Um beijo carinhoso
    Lello

    ResponderExcluir
  2. gostei do apelido Lello, muito fofo! Fique sabendo que já faz parte da família do WordS are LosT. :)

    ResponderExcluir