13 março 2011

Sinta-se vivo

Tumblr_lhnn7astr41qhauvbo1_500_large
Eu continuo sonhando para não morrer
Eu continuo sorrindo para não chorar
Eu continuo tentando
Não vou desistir
Meu coração continua a se apaixonar
Eu não vou deixar o amor acabar.
Eu continuo cantando o som que leva a vida
Sentir-se viva.
Vou correr nas avenidas
E gritar se possível
Nada me impedirá de alcançar a felicidade.
O cheiro da vida, do entusiasmo não pode acabar
Não deixe a chama que existe em você se apagar.
Procure a lenha que está tão próxima.
Quando estiver no fundo do poço
Flutue de volta até o topo
E sinta-se um vencedor.

3 comentários:

  1. Continuar, e continuar, e continuar... A beleza desse poema extraordinário está em que, embora não ouse tomar-se por definidora das regras ou situações da vida, a poetisa perpetua seu desejo de viver, sua ansiedade de ser feliz, e se vida e felicidade não são lugar de chegar, mas caminho, ela vai continuar, e continuar, e continuar...
    Maravilhoso.
    Um abraço carinhoso
    Marcelo Bandeira

    ResponderExcluir
  2. muito obrigada pelas belas palavras querido. :)

    ResponderExcluir
  3. É a vida que segue reinventando seu próprio brilho.

    Lindo!

    ResponderExcluir